Produtos

DEFENDE

SPRAY PARA LEGÍTIMA DEFESA PESSOAL

A Linha de espargidores DEFENDE, foi concebida e totalmente legalizada, para serem utilizados na garantia do direito à legítima defesa pessoal. Tem como princípio ativo o composto não letal PSI, em concentração específica para a desmobilização da ação agressiva, possibilitando a vítima de se evadir da situação e chamar as autoridades policiais.

TOTALMENTE LEGALIZADO para uso civil pelo EXÉRCITO BRASILEIRO (Ofício nº 981-SecReg/DFPC de 22-04-2014), pode ser portado e utilizado por qualquer cidadão para se desvencilhar de situações de injusta agressão contra  si ou terceiros, como por exemplo: violência sexual, violência doméstica, investidas de assaltantes desarmados, ameaças, extorsões, coações, entre outras; mas nunca sendo utilizado para coagir intimidar ou ameaçar qualquer pessoa, pois o equipamento foi desenvolvido especificamente para ser utilizado na legítima defesa, de acordo com legislação própria.

O produto é classificado como 100% não letal pela ANVISA (Nota Técnica nº 017/2015-GGTOX), e tem seu uso autorizado pela POLÍCIA FEDERAL nas atividades de vigilância patrimonial, transporte de valores, escolta armada, segurança pessoal e cursos de formação pela Portaria nº 33.325/2015-CGCSP/DIREX de 30-03-2015.

SPRAH – SPRAY REPELENTE DE ANIMAIS HOSTIS

O repelente SPRAH possui uma efetividade singular na prevenção de ataques animais. Desmobiliza imediatamente cães, felinos e outros animais, pois o princípio ativo torna insuportável a sua presença no local, forçando-o a se afastar.

O produto não produz sintomas incapacitantes em seres humanos, pois sua formulação é especialmente desenvolvida para o olfato mais apurado dos animais. A descontaminação ocorre naturalmente de 30-40 minutos sem produzir qualquer dano à saúde do animal, mesmo em caso de aplicação direta.

PRODUTO NÃO CONTROLADO: A aquisição dos espargidores da linha SPRAH dispensa procedimento de autorização junto à Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC) do Exército Brasileiro, com respaldo no Ofício nº 550-SecEStTec/DivTec/GabSubdir/DFPC de 29-02-2016.

Powered by themekiller.com